sexta-feira, 23 de abril de 2010

The Dark Side

Indeterminadamente, na penumbra da escuridão, soltamos debilmente gritos mudos, que em surdina ecoam nas paredes solitárias dos confins da nossa alma. Desenlaçamos em vão o nó teimoso em volta da garganta aflitiva. Ferra, faz mossa, leva-nos aos poucos um pedaço de ânimo já de si empoeirado.

Anseias pela luz, que a vislumbras lá longe no desfecho do horizonte. Caminhas vergado, tal e qual um ser minúsculo, com as mãos despidas de armas. Absorver-me de forma quase fantasmagórica, esperneio, contorço-me, uma e outra vez.

Chego a pedir ao céu a tua mão, coragem e determinação. Falo-te apressadamente no silêncio, que é a nossa ausência recíproca. Chegas por fim e afugentas a palete de dor composta por cores menos alegres. Num fogacho concertas e pintas um rasgo de esperança.

9 comentários:

Pipoca dos Saltos Altos disse...

:) os rasgos de esperança, principalmente os coloridos, são sempre a melhor arma contra a falta de luz, a dor que nos faz andar vergados...
Beijos

Cláudia Rodrigues (sim, sou eu mesma) disse...

Olá, André!
O meu espaço já está com saudades tuas!
Espero que estejas bem... Vejo que as super-produções continuam em grande...

Lexy disse...

E com isto eu retiro de mim um pouco do soluço que teimava em me embargar. Há sempre esse pintar de esperança. Mais valioso que uma simples luz.

Como adoro passar por aqui e ler o que preciso :)
Parabéns como sempre :D

L' disse...

Muito sentido, gostei bastante (:
Passa no meu novo Blog e deixa a tua marca :'D
Beijinho *

' mar disse...

estava a ouvir a música 'yer blues' dos beatles quando encontrei o teu blog, e ao ler este texto tudo encaixava na batida... deveras impressionante

Ana disse...

Como sempre...Perfeito!

Constança disse...

Lufada de ar puro,palavras carregadas de significado,excelente texto:)

Carmen Beatriz disse...

quem dera ter o dom dessa pintura de esperança, quem quera!

adorei, parabéns!

beijo*

FTD disse...

Adorei o Blog, a maneira de escrever, as imagens...tudo:) parabéns!